-_-

A Silvia Duprat, Lúcia Campos, António Rosa
minha gratidão pelo amparo a este trabalho.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Reconhecendo o Amor

Você está se lembrando de que a matéria é um estado de consciência e quanto mais multidimensionais, mais sutis são estas consciências.
Os animais, por exemplo, manifestam qualidades de consciência que trazem em comum, a necessidade de estar em contato com a matéria, para confirmarem sua Presença no cosmos. São energias densas que precisam tocar a 3ª Dimensão para Existir em conformidade com esta dimensão. A consciência tridimensional, também. Ao longo de seu sonho, você sempre precisou tocar a matéria tridimensional para confirmar que estava “vivo”. Objetos, imagens-personagens, paisagens... todos sempre fizeram parte de sua realidade tridimensional e confirmaram Presença através do toque.
Tocar a matéria é uma condição da consciência tridimensional.
Quanto mais densa a consciência, maior necessidade de tocar ela manifesta.
O contrário também é uma lei cósmica.
Os animais vivem em conformidade com a 3ª Dimensão, basta que a toquem.
À medida que tocar é uma necessidade sensorial da 3ª Dimensão para confirmar a existência tridimensional, é natural que você considere o toque também como uma manifestação de amor.
De fato, se transmite energia no toque. Um grande círculo de mãos dadas é veículo energético.
Mas, não se esqueça de que o Amor é a energia primordial. De onde partem e se nutrem todos os matizes energéticos cósmicos.
E este Amor é intocável.
Os seres multidimensionais, como Agora você começa a se lembrar, sabem que esta energia permeia o Todo. E sabem que ela se encontra “dentro” e “fora” simultaneamente de Tudo O Que É.
O Amor é a energia de Expressão.
É a expressão de Deus.
O alfa e o ômega da Matemática Divina.
Se você tentar tocar este Amor, perderá Dele a melhor parte.
Procure não aprisionar tal energia dentro dos limites da 3ª Dimensão.
Seria impossível.
Deixe que ela o leve para as dimensões superiores, onde Você e o Amor são Um.
É nessa escala de compreensão que você se torna o Corpo de Luz com expressão própria.
É dessa escala de compreensão que você se nutre para alcançar o Agora contínuo e confirmar o despertar de um Anjo.
É com esta escala de compreensão que você transforma o enredo do seu sonho, “sem riscar a faixa”.
O Amor é o veículo condutor que permite a você estar no Todo simultaneamente, através do Infinito Cósmico.
E Aquele que Ama sabe... o infinito é menor... muito menor que um grão de areia.
Sinta esta Verdade, Querido!
(continua...)

4 comentários:

Adelaide Figueiredo disse...

Adriana,

Não tenho palavras par conseguir descrever aquilo que senti ao ler este texto! É tão bem feita a descrição dos sentimentos que dá para os sentir!

Muito obrigada :)

Bjs

adriana disse...

Não me agradeça, Adelaide.
Ele foi composto por todas as partes de nós.
Eu fiz apenas a transcrição.
bjs

António Rosa disse...

Aquele que Ama sabe.

Magnífico.

É uma inspiração constante este seu trabalho.

adriana disse...

Nosso, António.
:)