-_-

A Silvia Duprat, Lúcia Campos, António Rosa
minha gratidão pelo amparo a este trabalho.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Em busca do Centro

Queridos,
As recentes mensagens canalizadas por sensitivos respeitados no mundo da Nova Energia continuam apresentando mudanças significativas, apontando de maneira geral, que estamos “coletivamente” ultrapassando um novo limiar quântico.
Minha compreensão a respeito destes eventos conduz sempre ao ponto de que estamos em uma nova Oitava da espiral evolutiva. Nesta Oitava, não teremos mais a necessidade de guias multidimensionais “externos”. Estamos dando os primeiros passos para sermos Mestres despertos de nosso enredo e construindo manuais para estes passos, com o amparo de nosso Corpo multidimensional de Luz. Este será nosso guia a partir deste momentum.
À medida que vamos despertando do sonho... passo a passo nos conduzimos Oitava acima, até a Nova Terra. Todo o Conhecimento para este Salto já está amorosamente revelado. Agora é uma questão de integrá-lo para seguir Oitava acima.
Fico cada vez mais impressionada com nossa capacidade criativa. A maior delas, sem dúvida, é a criação do todo o cenário de nosso sonho e a ilusão de que ele se desenrola “fora de nós”.
Cada partícula do que Eu Sou possui um centro que corresponde a existir em conformidade com sua própria natureza. O que o Cosmos espera é que cada uma das partículas encontre seu centro. Apenas isto. A descoberta deste centro iguala-se a um encaixe único que se adapta perfeitamente ao Corpo multidimensional de Luz. Cada partícula possui seu próprio encaixe, único e perfeito. À medida que este centro é descoberto, cada partícula segue acoplando-se ao Corpo de Luz, no Agora contínuo, que já possui todos os encaixes, à espera de seus respectivos correspondentes. Assim vamos compondo o belo Corpo de Luz em 5ª Dimensão. Às partículas que já desvelaram seu centro, cabe dele não se afastarem e nutrirem uma compreensão amorosa pelos centros de todas as outras partículas, em suas diferenças e peculiaridades... em seus respectivos papéis, ainda que não desvelados.
Acredito que cada vez mais construiremos um monólogo amoroso com nosso Corpo multidimensional de Luz. É uma questão de afinarmos os instrumentos do coração para acompanhá-lo. E... algo me diz que todas as energias sutis que nos orientaram nesta travessia... onde estiverem... batem palmas para tal acontecimento.
E Gaia? Bem... Nossa querida Terra também não está “fora de nós”. Se queremos um processo de transição harmônico e amoroso... se queremos curar Gaia para uma existência plena e harmoniosa entre as partículas do que Eu Sou... precisamos apenas curar nosso interior.
“Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará”.
(continua...)

8 comentários:

António Rosa, José disse...

Adriana

Porque acha que transmissão terminou no post anterior? Não notei diferença mental.

Grato

António

adriana disse...

António,
Estou rindo aqui, com sua observação.
Vamos lá...
Quem sabe seja porque esses textos não vieram no bloco de informações inicial.
Escrevi depois de ler e reler e reler o próprio Manual.
Depois, quem sabe sejam apenas conjecturas a respeito do que li.
Por fim, o sujeito que escreve não é o mesmo.
(Esta última consideração é um tanto engraçada).
De qualquer forma, no final das contas... não faz muita diferença, faz?
:)

António Rosa, José disse...

Adriana

Imagino que sim. Depois do seu comentário, também eu me ri do inusitado.

Acredito que não tenham vindo no bloco de informações inicial. Veio depois. Isso faz parte.

Quanto ao sujeito que escreve ter mudado, acha mesmo que o comum dos leitores apercebe-se disso? Não creio. A função dos leitores não é essa. Analisar esses detalhes. Isso pertence a outra esfera.

Eu sou um leitor. Por isso, edito. Por isso, faço astrologia. Por isso, convivo.

A nível profissional já li milhões de palavras (refiro-me apenas às canalizações ou transmissões).

Não só dos autores que tenho publicado, como de muita gente que simplesmente 'acha' que eu devo dar uma opinião. Nunca consegui passar a mensagem que 'editor' não é 'crítico', funções diferentes de ser-se leitor. Mas as pessoas não conseguem diferenciar. A maioria do que li, simplesmente é 'eco' de transmissões originais. Explicar isto aos autores desses textos correntes, é muito complicado.

No seu caso estamos perante um visão completamente 'original'. Não só na linguagem usada, como na cadência explicativa, que tem um programinha lá dentro para as roldanas não ficarem a bater no vazio - chloc, chloc. Sabe como é.

A questão deste seu fabuloso texto é que ele está sempre a insistir na 5ª dimensão. Como uma espécie de íman que atrai. Isso está situado no corpo astralino por detrás do nosso coração físico. Emite e atrai. Emite e atrai. Emite e atrai. E lá vamos nós, felizes e alegres.

É por isso que tenho insistido que já não limpamos carma, mas sim memória cármica. Mas tenho dificuldade em explicaar. :)

Este seu texto, escrito na 1ª pessoa do singular, tem as mesmas regras que todo o texto anterior.

Aquilo que parece uma mudança de sujeito, na verdade, não creio que seja. É apenas a forma como a consciência mais imediata se expressa.

:)))

Tudo de bom para si, Adriana.

A&L

adriana disse...

António,

Bem haja por seus comentários!
Vindos de uma pessoa que aprendi a respeitar, são um grande estímulo.
:))

Vou me ater ao que disse abaixo:
"É por isso que tenho insistido que já não limpamos carma, mas sim memória cármica."

Você tem toda razão porque o Salto dimensional já foi alçado...
O cérebro é que pediu um "tempinho" a mais para se despedir...
Enquanto isso, a Consciência ampara amorosamente.
Como está escrito lá no Dimensões:
"Você ecoa para despertar".
E o enredo final, cada parte de nós escolheu experimentar à sua maneira.
Por que sabemos disso?
É porque "o coração é quântico", como diz Kryon.
Quanto mais próximos dele, mais fácil se torna compreender.

"Memória cármica" é tudo o que nos restou.
Já fomos libertos...
As portas estão abertas...
E a cada parte de nós cabe apenas a missão de alçar o vôo...
Com Amor & Luz!
=)

E é claro que você sabe que eu estou aqui "ecoando comigo mesma".
:)))

Astrid Annabelle disse...

“Seja Mestre no seu sonho e todo o enredo o acompanhará”.
Lindo!!!
Adriana estou sempre de modo silencioso acompanhando estas leituras, mas a frase acima precisei grifar!!!
beijo.
Astrid annabelle

adriana disse...

Querida,
Obrigada por acompanhar amorosamente!
A&L

marcelo dalla disse...

"O que o Cosmos espera é que cada uma das partículas encontre seu centro"... o nosso grande Sol Central interior. Pura sintonia!!!! grande bjo

adriana disse...

Marcelo,
Caminhamos rumo ao Norte, não é?
bjs