-_-

A Silvia Duprat, Lúcia Campos, António Rosa
minha gratidão pelo amparo a este trabalho.

domingo, 5 de julho de 2009

Um novo Lar

“Comece a encarar os parâmetros “fora” e “dentro”, como blocos-capicuas, frente e verso do inseparável e simultâneo. Talvez fique mais fácil compreendê-los.”
É... Já que a qualquer hora iremos habitar nosso Corpo de Luz, todo o movimento de transição sugere uma mudança de Casa.
Uma mudança inseparável e simultânea.
De dentro para fora, de fora para dentro.
Do macro ao micro ao macro...
De Oitava em Oitava...
Respirando... respirando...
Mudam as células do nosso corpo, como mudam as células da Terra.
Muda o nosso interior, como muda o âmago da Terra.
Um Corpo sutil não necessita mais de algumas partículas que cumpriram suas missões divinas de sustentar a densidade.
Um Corpo de Luz não necessita mais de uma consciência a Existir fora de si.
O momentum da transição é o tempo exato de dizer adeus agradecido a tais bagagens... E seguir, rumo ao novo Lar.
Acolher, iluminar e liberar...
Suavemente...
“No ritmo do Tempo Cósmico... Mas sempre no Agora contínuo.”
(continua...)

4 comentários:

Esterilização Obrigatória disse...

Se gosta do seu animal de estimação esterilize-o por favor, o Controle Populacional é muito importante.
Mais informações em: http://esterilizacao-o.blogspot.com/

adriana disse...

EO,
Eu reconheço o seu belo trablaho.
A&L

marcelo dalla disse...

OLá querida!!! Seus textos sempre me arrancam suspiros profundos... Sigamos rumo à ascensção, que já É!! bjos

adriana disse...

Marcelo,
É o que creio!
Seguindo...
:)